Escolha uma Página

[DADOS DA CANDIDATA]

Aladilce 65654
Município: Salvador – BA
FB: /aladilcesouza

Mais informações

[MINI BIO]

Maria Aladilce de Souza é natural de Nova Soure, no interior da Bahia. É enfermeira formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), servidora pública da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e professora da Escola de Enfermagem da UFBA desde 1992. Especialista em Planejamento e Administração de Serviços de Saúde do Departamento de Medicina Preventiva da Famed/UFBA, é Mestre em Saúde Coletiva pelo Instituto de Saúde Coletiva da UFBA. Aladilce foi enfermeira do Hospital Getúlio Vargas (Pronto Socorro), entre 1980 e 1990; e do Hospital Geral do Estado (HGE), em 1990. Em 1986, participou da Comissão Nacional da Reforma Sanitária, que contribuiu para assegurar, na Constituição Federal de 1988, a saúde como direito de todos e dever do Estado. Também faz parte da direção do Sindsaúde-BA. Filada ao PCdoB desde 1979, foi dirigente do Comitê Distrital do Funcionalismo Público, dirigente do Comitê Municipal e da Direção Estadual do PCdoB. Tem como marca na sua gestão a determinação e empenho na defesa da saúde. Também defende a bandeira da acessibilidade para pessoas com deficiência; políticas de mobilidade urbana e direito à cidade; segurança pública; esporte; cultura; e combate à violência contra a mulher. Sempre acompanhou ativamente a construção dos PDDUs (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano) para o município. Está atenta ao debate sobre a reforma psiquiátrica no município e realiza várias sessões para fortalecer a luta antimanicomial, além de defender a implantação dos Centros de Atenção Psicossociais (CAPs). Atua ao lado dos movimentos sociais que lutam no combate às desigualdades sociais, ao racismo, à homofobia e em defesa de uma sociedade mais justa, inclusiva e democrática. Aladilce Souza já foi ouvidora-geral da Câmara Municipal de Salvador e integra as Comissões de Finanças, Orçamento e Fiscalização; Saúde, Planejamento Familiar, Seguridade e Previdência Social; e é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.