Escolha uma Página

[DADOS DO CANDIDATO]

Celio Gari 18000
Município: Rio de Janeiro – RJ
FB: CelioGari18
Twitter: @CelioGari

Mais informações


[MINI BIO]

Celio Gari nascido no subúrbio de Madureira.

Filho de mãe solteira retirante nordestina que aos 3 anos de idade foi internado na antiga FUNABEM . Sua mãe precisa trabalhar como domestica, desta forma não restou alternativas e assim ficou no colégio interno da FUNABEM durante 15 anos onde perdeu totalmente o vinculo familiar.

Aos 18 anos ingressou na Brigada paraquedista do exercito brasileiro durante 1 ano, 7 meses e 1 dia. Na luta e ânsia de  localizar sua parentela  descobriu que sua mãe já havia falecido e enterrada como indigente. Celio Gari trabalhou na década de 90 numa entidade filantrópica como Agente Educador com crianças e Adolescentes em situação de rua onde começou sua militância nos movimentos sociais. Bem que na verdade sua luta começa no ventre de sua mãe. Em 2002 fez concurso para Comlurb e trabalhou durante 15 anos ate lutar em 2014/ 2015 em pleno carnaval carioca por melhores condições de trabalho. O lixo fedeu e a conquista contra os opressores foi vencida conquistando vários direitos para a categoria dos garis. Os invisíveis haviam saído da invisibilidade e ganharam o mundo e a população.  Como retaliação o governo do PMDB de Eduardo Paes o demitiu por Injusta causa junto a centenas de trabalhadores que estão recorrendo a justiça pela reintegração.

Hoje Celio Gari tem plena consciência que os trabalhadores tem que participar da politica no seu dia a dia e não somente votando mais disputando a institucionalidade. A crise de representatividade precisa ser ocupada por um projeto positivo, de direitos, para a categoria e a cidade como um todo. Não basta fazer politicas apenas nas eleições ou campanha salarial. É preciso se envolver de maneira continua . Junto aos garis fundaram o Circulo Laranja que é uma iniciativa para que o gari, que já é  protagonista da cidade no seu dia a dia, também seja protagonista na discussão da cidade que queremos. Neste espaço os garis debatem a cidade,  meio ambiente, saúde, educação etc… Tudo dentro da horizontalidade.

Célio Gari carrega consigo o lema: “Andamos perguntando e mandamos obedecendo”.